NO MILAGRE DOS PÃES E PEIXES

Mc 6:34-43

Pr Alencar Menezes

O milagre da multiplicação dos pães e peixes não se configura apenas no fato da multiplicação em si mesma, mas, também, nos fatos que cercam tal acontecimento, tais como, a compaixão de JESUS para com os necessitados, o esquecimento dos discípulos que Jesus pode suprir todas as  necessidades, o desafio de fé de JESUS para todos nós,  a disponibilidade de JESUS em todos os momentos, a valorização do que temos, a organização em momentos decisivos, entre outros. Certamente, tudo que acontece em torno das bênçãos pode nos falar muito mais da provisão e providência de DEUS.

O que podemos notar em volta do milagre dos pães e peixes?

1- (v. 34) A COMPAIXÃO DE JESUS PARA COM OS NECESSITADOS

JESUS abraça nossa causa e nos ensina através de Sua palavra como termos acesso à vida abundante e o convívio com o Pai.

2- (v. 35-36) O FOCO NAS DIFICULDADES AO INVÉS DE JESUS

Em muitas situações pessoas agem como os discípulos dando prioridade em suas mentes e corações às dificuldades que se apresentam em meio aos seus projetos e sonhos, mesmo JESUS estando bem próximo.

3-      (v. 37a) JESUS NOS DESAFIA A UMA ATITUDE DE FÉ

Jesus nos fala a dar um primeiro passo de solidariedade usando a nossa fé, confiando que Ele está perto.

4- (v. 38) A VALORIZAÇÃO DO QUE SE TEM

JESUS nos fala que devemos olhar para aquilo que DEUS já tem nos proporcionado e glorificar o Seu nome sendo um bom mordomo de tudo.

5- (v. 39-40) O ESPÍRITO DE ORGANIZAÇÃO

JESUS nos mostra que em todos os momentos devemos ser organizados. Também no contexto do sobrenatural, o Espírito Santo opera na ordem e na decência e devemos levar isso para todas as áreas de nossa vida (sentimental, espiritual, profissional, social, ministerial).

6- (v. 41a) ATO DE ORAÇÃO

JESUS mostra que em meio à necessidade não podemos nos esquecer de dar graças e falar com DEUS e que só assim as coisas tomam o devido rumo.

7- (v. 41b-43) PARTILHA E FARTURA

Na partilha e fartura, agora aqueles homens que estavam em um deserto, sem saber como alimentar uma multidão, eram obrigados a carregar, cada um, um cesto cheio do que havia sobejado, ao alimentar a todos.

CONCLUSÃO: O milagre da multiplicação nos ensina que devemos estar prontos para as maravilhas do Senhor e de como devemos estar preparados para contemplar bem mais do que sonhamos ou planejamos.

Tudo começa quando colocamos JESUS na nossa vida.

Anúncios