QUANDO RECONHECEMOS A AUTORIDADE E O SENHORIO DE JESUS

Mt 8:5-13

Pr Alencar Menezes

Neste texto vemos um homem que entende o real significado do que é autoridade. Apesar de estar numa situação fora do seu contexto habitual, o centurião conserva seu poder de julgamento e crítica e reconhece em JESUS uma autoridade superior à sua, capaz de transpor todas as barreiras do preconceito, do tempo e do espaço e realizar milagres.

Como reconhecemos o senhorio de JESUS em nossas vidas?

1- (v. 5) HUMILHANDO-NOS A SEUS PÉS NA NECESSIDADE

A necessidade do centurião reflete também as nossas necessidades. Nessa situação de “necessitado” devemos, antes de recorrer a qualquer artifício humano, atirar-nos aos pés do Senhor, querendo que o seu poder intervenha na nossa vida. Dessa forma, Deus pode mover as águas e usar “quem” e “o que quer que seja” para nos beneficiar, como fruto de sua misericórdia e para louvor do seu próprio nome.

2- (v. 6) COM OBJETIVIDADE NAS PETIÇÕES

Ao colocar nossas causas diante de Deus devemos ser concisos e diretos, como o centurião. Isto refletirá a urgência, a real consciência de uma situação e a confiança ao entregar tudo nas mãos do Senhor.  Além disso, o Senhor, que conhece todas as coisas, já sabe do que nós necessitamos antes mesmo de pedirmos, por isso não precisamos fazer rodeios com Deus, pois até o Espírito Santo ora por nós.

3- (v. 8) COM DECLARAÇÃO DE FÉ

O centurião manifesta a firme certeza de uma coisa que ainda não tinha visto. Com essa ação o cristão põe abaixo todos os impedimentos espirituais à sua volta e coloca-se, sem restrição, à mercê da vontade de Deus. No campo espiritual, quando JESUS está no comando, as batalhas são ganhas e as vitórias conquistadas mesmo antes de começarem.

O que acontece quando reconhecemos a autoridade de JESUS?

1- (v. 7) JESUS NOS AMPARA

O centurião consegue chamar a atenção de JESUS ao colocar seus problemas. Isto nos fala da disposição permanente de JESUS para participar de nossas vidas derramando providência e provisão. Ao assumir o senhorio de JESUS podemos ter a certeza de que seus olhos e ouvidos estarão sempre perceptivos ao que acontece conosco e que sua misericórdia há de ser manifesta em momento oportuno.

2- (v. 10) JESUS SE MARAVILHA COM A EXALTAÇÂO DO SEU NOME

Deus dá honra quando merecemos. A atitude do centurião desperta em JESUS surpresa e alegria quando este faz uma declaração de ousadia e fé (v. 8-9) e compara aquele homem a homens de grande fé em toda Israel. O Senhor certamente se alegrará e nos honrará e nos colocará também em um patamar de honra diante d’Ele, segundo as nossas ações de vida que exaltam e glorificam o seu nome. Vale lembrar que o nome de JESUS é o único nome sobre todos os nomes, digno de ser exaltado.

3- (v. 13) JESUS MANIFESTA A PALAVRA PROFÉTICA DE CURA E LIBERTAÇÃO

Deus está com quem está com Ele e suas palavras estarão vivas em quem se submeter ao Seu senhorio permanente e incondicional. O centurião reconhece JESUS como seu mestre, simbolizando a igreja de nossos dias, e atrai sobre si as bênçãos proféticas do Senhor (v. 13).

CONCLUSÃO: No exemplo do centurião podemos notar que ao reconhecermos a autoridade de JESUS e nos submetermos ao Seu senhorio atraímos, sobre as nossas vidas, as bênçãos conquistadas, pelo Senhor, na cruz do calvário. O Senhor JESUS fala que, em Seu nome, poderemos grandes e maiores coisas. Use dessa autoridade para abençoar sua vida e a de outros e certamente o Senhor JESUS honrar-te-á.

Anúncios