REALIZANDO SONHOS

Gênesis 37:5

Pr Alencar Menezes

A história de José sugere muitas situações de referência na vida de todos nós, em particular no que se refere aos sonhos e projetos que Deus tem colocado em nosso coração para que o glorifiquemos com realizações. Com José aprendemos:

1 – (37: 5a) SONHOS ENFRENTAM RESISTÊNCIA

Devemos estar preparados para enfrentar as dificuldades que se levantam quando estamos projetando e colocando algo diante de Deus. Muitos se levantam na direção contrária que queremos seguir, portanto, devemos estar atentos, vigiando espiritualmente, compartilhando com pessoas que estão no mesmo propósito, para não cair em armadilhas como aconteceu com José, vítima de seus próprios irmãos de sangue.

2 – (37: 8-11) SONHOS DE DEUS PROVOCAM REAÇÕES NEGATIVAS EM CORAÇÕES QUE NÃO ESTÃO EM SINTONIA COM OS PLANOS DE DEUS

Pessoas que não entendem o projeto de Deus na vida de outras pessoas são pessoas fechadas e egoístas incapazes de se submeterem à vontade de Deus quando esta não está de acordo com as suas vontades egoístas. A família de José entendia que os seus  sonhos não refletiam uma realidade já delineada pelos conceitos e idéias humanas.

3 – ANTES DE CONCRETIZARMOS NOSSOS SONHOS PRECISAMOS SER PROVADOS E APROVADOS

(37: 22) José é lançado numa cova

(37: 28, 36) José é vendido como escravo

(39: 17-20) José é caluniado e lançado na prisão

Todas as situações acima poderiam desviar alguém do propósito de comunhão com Deus e consequentemente do foco dos seus sonhos, no entanto, o coração de José é modelo que nos ensina a perseverar mesmo quando as coisas não se apresentam colaborando com os nossos planos. Observe que dessa forma o Senhor permanece participando em nossas vidas (v. 29:21).

4 – (41:25-40) A PERSEVERANÇA NO SENHOR FAZ-NOS PROSPERAR

A intimidade com Deus deu a José discernimento espiritual e conhecimentos, incomuns aos homens incrédulos. Isto lhe valeu a liberdade e o reconhecimento da pessoa mais ilustre, no contexto, o que também lhe trouxe a prosperidade em todas as áreas, anteriormente afetadas por perseguições e invejas.

5 – (45: 1-5) OS PLANOS DO SENHOR NOS CONDUZEM AO LUGAR DA MISERICÓRDIA

José não deixou que sua história modificasse sua índole bondosa e não perdesse o foco das promessas do Senhor. Ele perdoou seus irmãos colocando toda a sua história como da vontade de Deus. Devemos ter essa consciência de que todas as coisas em nossas vidas cooperam para o nosso bem.

CONCLUSÃO: Deus ama realizar sonhos em todas as áreas da nossa vida. Com isso somos abençoados juntamente com a nossa geração.

Deixe Jesus participar da sua vida.

Anúncios